FARMAS CONTRA AS SUPERBACTÉRIAS

CHEGOU A HORA FARMAS! Não há mais como fugir.


Sim, O FARMACÊUTICO é um dos profissionais da saúde que está entre as peças fundamentais na mobilização da Organização Mundial da Saúde para redução das estimativas alarmantes relacionadas à resistência bacteriana. Os números são assustadores. Estima-se que até 2050, 10 milhões de vidas por ano serão perdidas por causa das superbactérias. Estas bactérias são microorganismos resistentes à todos os antimicrobianos disponíveis no mercado.



E porque isso acontece? A resistência bacteriana é influenciada por vários fatores, mas sabemos que o uso inadequado de antibióticos, a não adesão aos tratamentos, as interrupções indevidas de tratamentos, as interações de alimentos que inibem o efeito do antibiótico, entre outros, estão entre os protagonistas causadores da resistência bacteriana.


Desde que o médico inglês, Alexander Fleming, ainda que por acaso, descobriu o primeiro antibiótico da história da humanidade - a penicilina - a história das ciências da saúde mudou. A descoberta da penicilina é, para muitos cientistas, uma das mais vitais descobertas da historia humana. Para eles, a medicina só se tornou ciência verdadeira a partir dos antibióticos. No entanto, com o passar dos anos, e mesmo com os inúmeros fármacos que sucederam a penicilina, as bactérias começaram a adquirir resistência por caminhos diferentes: ou tornam-se resistentes de forma intrínseca, ou, o que é mais comum, tornam - se resistentes de forma adquirida, por indução de mutação do DNA nativo ou por introdução de um DNA estranho com genes de resistência, transferida entre gêneros ou espécies de bactérias diferentes

Atualmente, os Staphylococcus aureus e a Klebsiella pneumoniae figuram entre algumas das bactérias que já possuem cepas resistentes à todos os antibióticos disponíveis.


Eu pergunto: qual é o profissional responsável por passar todas as informações da farmacoterapia para a população?


É isso mesmo! Nossa função, farmas! Então, não podemos mais ficar inertes ao problema, como se nada estivesse acontecendo ao nosso redor, quando na verdade, temos ligação direta com as estratégias de solução.


A Organização Mundial da Saúde clama por ações emergenciais de todas as classes de profissionais da saúde para trabalharmos juntos em prol da educação da população e reduzirmos estas previsões assustadoras.


Conhecer todos os mecanismos diferentes de desenvolvimento da resistência bacteriana, a farmacologia das classes de todos os antibióticos, as interações medicamentosas, as reações adversas, e a importante função da assistência farmacêutica e orientação da farmacoterapia correta nestes casos, a legislação pertinente, e estar claramente treinado e capaz de fazer nossa função na prevenção da resistência bacteriana é NOSSA OBRIGAÇÃO!


Eu te pergunto: você está fazendo a sua parte?










#farmadeisegraeff #fazcomamorquedacerto #amorpelafarmacia #assistenciafarmaceutica #farmacologia #resistenciabacteriana #superbacterias #farmacia #farmaciaporamor #antibioticos #antimicrobianos #bacterias

128 visualizações

Siga-nos nas redes sociais 

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn ícone social

@ Copyright 2019

Deise Graeff Treinamentos e Consultoria Farmacêutica

CNPJ: 30.767.047/0001-46

Resp. Técnica: Deise Graeff CRFSC 8461

Florianópolis - SC - Brasil